Livros abertos organizados

Fundamentos da psicanálise e da psicologia de Jung

 

Sobre o curso

considerações

Considerações

Considerações

Reproduzir vídeo

Antes de dar início ao nosso curso, quero falar algumas coisas que penso serem importantes para alinharmos nossos objetivos nesse trabalho que será intenso e gratificante.

Neste curso, que penso ser direcionado a profissionais que já lidam ou desejam lidar com pessoas, quero dizer das áreas da saúde e humanas, procuro dirigir o olhar a um entendimento mais acurado das diversas situações em que nos vemos forçados a lidar com os aspectos de personalidade daqueles a quem vamos tratar.
Seja na clínica diária como também nas escolas, hospitais, instituições, grupos, pais e porque não, a vida cotidiana. Sem dúvidas, com o estudo da psicanálise, além de ajudar profissionais com seus pacientes, somos ajudados a entender melhor as nossas próprias questões, o que nos auxilia muito nos caminhos de autoconhecimento. 

Meu estímulo em produzir este curso vem do fato de que atendo muitos profissionais de ajuda humanitária que se desiludem ao se deparar com muitas barreiras psicológicas daqueles aos quais atende.

Tem sido cada vez mais presente a necessidade de um entendimento maior do sofrimento humano que muitas vezes se transformam em padrões bastante indesejados de comportamento.

Representa pra mim, uma oportunidade maior de ajudar àqueles, que como eu, não se conformam em não compreender o que se passa na alma humana.

A psicanálise é diversa e penso que posso me considerar eclética. Por eclética, considero ser pluralista, com base em distintas vertentes teóricas e técnicas, sem obedecer cegamente a qualquer uma delas, por mais consagrado seja o nome do autor. E assim será este curso.

Também gosto de considerar idéias novas, sem descarta-las antes de uma reflexão crítica, podendo selecionar aquilo que fecha com minha experiência clínica e teórica de 40 anos de estudos analíticos após 8 anos de formação Freudiana clássica.

Gosto da metáfora de Zimermam em que ele compara a psicanálise a uma árvore frondosa, cuja copa e raizes é Freud e os diversos galhos e ramificações são as vertente que surgiram a partir da mesma árvore. Gosto disso.

E agora, Jung, cujo galho também deriva da árvore Freudiana, nos abre a mente para o inusitado e maravilhoso mundo da espiritualidade sem perder sua conexão com as raízes psíquicas mentais.

Pretendo dar acesso não só à teoria da estrutura psíquica que compõe a natureza humana, como também ao manejo das diversas patologias e aspectos de personalidade com as quais nos vemos obrigados a lidar no cotidiano.

Espero atingir seus objetivos, queridos alunos, trazendo-os a um novo olhar sobre o que acontece quando ficamos humanos ao nascer…a começar pelo intra uterino e a preparação da chegada à vida inaugurando o ser desejante que somos. 

Existem hoje, com a ininterrupta evolução da psicanálise, diferenças consideráveis na aplicação da técnica psicanalítica, com mudanças radicais nos paradigmas completamente válidos para a nossa época.

Vou citar um exemplo:
No passado, a eficácia de um analista era medida pelo silencio que ele mantinha durante a sessão, com a alegação de que esta atitude aumentaria a angústia necessária para o paciente “produzir mais material” e também de que o silêncio representaria uma privação de gratificação ao paciente, assim fazendo jus às regras Freudianas de abstinência e de neutralidade.

Todos sabemos que este método é retrógrado, com um ranço de de artificialidade e uma certa fobia de aproximação afetiva por parte do analista…

É bastante frequente a opinião de que os psicanalistas complicam a empatia da psicanálise com o público, tornando-a hermética, comprometendo a beleza dos processos psicanalíticos e afugentando as pessoas, por falta de simplicidade nas explicações, levando-as a buscar curas fáceis e mágicas.

Este curso não esgota a psicanálise, óbvio. 
Ao contrário, tem por objetivo despertar interesse e desenvolver a capacidade de adquirir mais e mais conhecimentos, além de facilitar o manejo técnico.

Seja bem-vindo, bem-vinda e vamos arregaças as mangas.

O que você vai estudar

MODULO A: FREUD

 

PRIMEIRA PARTE: A EVOLUÇÃO DA TÉCNICA ANALÍTICA

 

1. O perfil dos pacientes e do analista no processo analítico atual.

2. As 7 Escolas principais de psicanálise e suas contribuições técnicas

3. Como agem as Terapias analíticas?

 

SEGUNDA PARTE: O CAMPO ANALÍTICO

 

1. A Entrevista inicial

2. O Setting terapêutico

3. As novas regras

4. O Analista no processo

5. Resistências e contra-resistências

6. Transferência

7. Contra-transfer6encia

8. Comunicação verbal e não-verbal

9. Atuações

10. Interpretação psicanalítica

11. Estilos e metáforas

12. Análise do consciente

13. Insight, elaboração, crescimento mental

14. O fim da análise

 

TERCEIRA PARTE:  MANEJOS CLÍNICOS

 

1. Psicoses

2. Transtornos narcisistas

3. Perversões

4. Ansiedade

5. Depressão

6. Fobias

7. Transtorno Obsessivo-compulsivo (Toc)

8. Histerias

9. Somatizações

10. Amor patológico

 

QUARTA PARTE: CRIANÇAS E GRUPOS

 

1. Psicanálise com crianças

2. Terapia com púberes e adolescentes

3. Terapia com casais e famílias

4. Terapia com família

5. Grupoterapia psicanalítica

 

QUINTA PARTE: CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

1. Sonhos: teoria e manejo técnico

2. Glosário de conceitos

 

 

MÓDULO B: JUNG

 

PRIMEIRA PARTE: AS IDÉIAS DE JUNG E SEU CONTEXTO

 

1. O contexto histórico

2. Freud e a psicanálise

3. As principais contribuições de Jung

4. Imagem Psíquica

 

SEGUNDA PARTE: A PRÁTICA DA PSICOLOGIA ANALÍTICA

 

1. A escola clássica

2. A Escola Arquetípica

3. A Escola Desenvolvimentista

4. Transferência e Contratransferência

5. O Eu e a Anima

6. Casos clássicos

 

TERCEIRA PARTE: A PSICOLOGIA ANALÍTICA NA SOCIEDADE

 

1. Gênero e Contra-sexualidade

2. Ulisses de Homero

3. Literatura e crítica literária

4. Política

5. Religião

Investimento

12 x 408,33

Supervisão de casos  de terapia pessoal serão à parte , devendo o aluno contratar o profissional competente recomendado. Os valores serão acordados entre as partes.

18 meses

100% online

Apostilas e videoaulas

tire dúvidas 

Carmem Farage

carmem mkt_edited.jpg

Carmem Farage é a criadora da Terapia Lumni e Fundadora do Instituto Lumni.

Com mais de 40 anos de prática terapêutica, Carmem é psicanalista, especialista em regressão de memória, acupunturista, mestra de Reiki Usui Tibetano.

Estudiosa da filosofia da física quântica e de apometria, realiza seus trabalhos mediunicamente sob a mentoria espiritual de Teilhard de Chardin.

É mentora da equipe de terapeutas de regressão de memória Lumni e da formação de novos terapeutas.
Dá sequência a seus estudos unindo filosofia, ciência e espiritualidade sob uma perspectiva transformadora e otimista para o destino da humanidade.